A passageira indica: Trinidad

Hoje vou falar sobre um destino cubano que vale a visita: Trinidad, cidade situada na parte central da ilha. Todo turista que visita Trinidad sem dúvida escuta, mais cedo ou mais tarde, uma musiquinha que define a cidade: “Bienvenido a Trinidad, una ciudad colonial…”. Trata-se, de fato, de uma cidade colonial muito bem preservada, com ruas de paralelepípedo, casinhas coloridas e uma música irresistível, que se pode ouvir tanto na rua como em bares e restaurantes.

393

A cidade foi declarada patrimônio histórico da humanidade pela UNESCO e guarda vestígios da época de prosperidade trazida pelos engenhos de açúcar. Por se situar entre as montanhas e o mar, o visual é incrível. Aliás, a visita à praia de Ancón é obrigatória – e por isso mesmo merece um post próprio.

390

Como a cidade é pequena, sequer usamos mapa – o legal é sair caminhando sem rumo e se surpreender com as bonitas construções e com as simpáticas ruas de pedra. Nas nossas caminhadas, encontramos um bar/restaurante no qual, além de se comer bem (para os padrões cubanos), era possível ouvir, todas as noites, uma banda local bem estilosa e com um som maravilhoso, que misturava violino com instrumentos de percussão e tinha uma batida super contagiante! O nome do bar é “Taberna La Botija” – o nome da banda, infelizmente, vou ficar devendo (não lembro, embora tenha, inclusive, comprado um CD deles, hehehe), mas fica o registro:

396

DSC_0457

Vale acrescentar que as opções gastronômicas na cidade apresentavam, em geral, uma qualidade bastante superior àquela que encontramos em Havana. Recomendo o restaurante que fica ao lado das escadas da Plaza Mayor, bem em uma esquina – a comida é boa, o ambiente é charmoso e havia um casal que cantava/tocava muito bem.

Resumindo: Trinidad vale a visita. Além da praia, é possível visitar, também, o vale dos engenhos, mas como não fiz esse passeio não posso opinar. Ficamos 3 dias (ou dois dias e meio) e foi o suficiente. Quanto à hospedagem, a dica é procurar por casas particulares que oferecem quartos para estadia. Ficamos em uma casa situada muito perto da Plaza Mayor – a praça central – e que cobrava 25 CUC (ou algo como U$S 25) por noite + 5 CUC pelo café da manhã. Só não recomendo porque não gostamos muito dos nossos anfitriões e do café da manhã (ao contrário do que ocorreu em Havana), mas basta procurar por recomendações no site do Trip Advisor. A comunicação ocorre apenas por e-mail, e não se preocupe se eles demorarem alguns dias para retornar – acesso à internet não é algo muito fácil para eles.

Pra terminar: Trinidad fica a 314 km de Havana e é possível chegar até lá por meio de ônibus. Como se trata de um destino relativamente bastante procurado e como os ônibus não são diretos (param, pelo menos, em Cienfuegos, cidade próxima a Trinidad), a dica é comprar a passagem com uns dois dias de antecedência. A viagem dura cerca de 5/6 horas e os ônibus são confortáveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s