A passageira indica: Ruca Malen

A terceira e última vinícola que visitamos em Mendoza foi a bodega Ruca Malen. Situada em Luján de Cuyo, a bodega, cujo nome foi inspirado na lenda de uma jovem mapuche (povo indígena da região centro-sul do Chile e do sudoeste da Argentina), ocupa uma bonita propriedade aos pés dos Andes e oferece vistas lindas.

DSC_0553

DSC_0556

DSC_0545

A bodega é relativamente nova, tendo elaborado seus primeiros vinhos em 1999. Além das visitas guiadas e da degustação, a Ruca Malen oferece almoços que são muito elogiados por aí (basta ver as críticas no Trip Advisor – das 421 opiniões, 313 qualificam a bodega como “excelente” – a maioria destaca o ótimo almoço). Não conseguimos reserva para almoçar, infelizmente (repito: tem de reservar com antecedência!), mas, pelos pratos que vi enquanto estive lá, o almoço parece ser mesmo muito bom! A bodega serve o almoço em dois ambientes diferentes: no prédio principal, em um salão não muito grande, e em outra construção que fica ao lado, toda envidraçada e colada nos parreirais. O almoço, composto de cinco pratos, é harmonizado com vinhos da bodega.

DSC_0558

Fizemos a visita guiada seguida de degustação. A guia era muito simpática; depois de contar a lenda da qual se originou o nome da bodega, ela nos mostrou as instalações da vinícola e falou um pouco sobre o processo de produção. Em seguida, fomos para a sala de degustação, da qual se tinha uma bela vista dos Andes e dos parreirais.

DSC_0574

Optamos pela degustação “standard”, que permite experimentar vinhos de três linhas diferentes: Yauquen, Ruca Malen e Kinien. A guia conduziu muito bem a degustação, explicando as características de cada vinho – que eram todos muito bons. Ao contrário da Clos de Chacras, a degustação oferecida pela Ruca Malen é muito bem servida, tanto que mal consegui terminar uma taça inteira.

DSC_0584

A vinícola também oferece uma degustação “premium”, na qual se pode provar seis vinhos das linhas Ruca Malen e Kinien. Além disso, a partir das 13h é possível degustar os vinhos acompanhados de queijos, fiambres e empanadas. De acordo com o site, as visitas podem ser em inglês, espanhol ou português (nossa guia falava espanhol, mas não foi muito problemático entendê-la – ao contrário dos porteños, os mendocinos não falam rápido demais). Não lembro exatamente quanto pagamos pela visita + degustação, mas não passou de R$ 50,00.

Seja pelos ótimos vinhos, seja pela bonita propriedade, vale a pena visitar a Ruca Malen.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s